icone facebookTwitterInstagram

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou nesta sexta-feira, 17, uma série de reuniões técnicas nos hospitais de Santa Catarina para tratar do andamento das cirurgias eletivas pactuadas na Política Hospitalar Catarinense (PHC) de 2021. Atualmente, a fila é de 102.750 cirurgias eletivas em SC. No primeiro trimestre deste ano, foi realizado um total de 34.202 cirurgias eletivas, sendo que a média mensal foi de 11.401. Ao mesmo tempo, entram 9.232 novos procedimentos eletivos por mês. A meta da SES, pactuada com toda a rede hospitalar, é de 21.600 procedimentos eletivos mensais.

De acordo com o secretário adjunto, Alexandre Lencina Fagundes, é necessário continuar avançando com a rede hospitalar para ofertar mais cirurgias eletivas. “Já estamos realizando mais de 11 mil procedimentos ao mês, porém a meta pactuada com a rede hospitalar, entre hospitais públicos, administrados por organizações sociais, filantrópicos contratualizados, somam mais de 20 mil procedimentos. Estamos fazendo esse movimento de conversar com toda a rede hospitalar para entender as dificuldades, auxiliá-los e conseguir realizar as cirurgias pactuadas. E nesse primeiro momento, vamos nos grandes hospitais que são referência para as altas complexidades, melhorando e buscando atingir essa meta para tirar os pacientes das filas por cirurgia eletiva”, explica.

991

A primeira região a ser visitada é a Oeste. Na sexta-feira, o secretário adjunto cumpriu agenda no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, e no Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê. Na segunda-feira, 20, será a vez do Hospital São Francisco, de Concórdia, e no Hospital Universitário Santa Teresinha, de Joaçaba. As reuniões serão realizadas com a direção das unidades, secretários de saúde dos municípios e representantes da região.

A nova Política Hospitalar Catarinense é uma importante ação para aumentar o número de cirurgias realizadas e diminuir as filas. Ela permitirá um investimento de aproximadamente R$ 618,2 milhões nos hospitais de Santa Catarina neste ano. Os recursos são utilizados para custeio, manutenção e investimento (desde que previamente aprovado). Os profissionais da SES têm trabalhado, desde o segundo semestre de 2021, implantando ações efetivas para entregar serviços de saúde mais próximos do cidadão, de forma regionalizada.

Referência Nacional,
Santa Catarina foi o Estado que mais realizou cirurgias eletivas hospitalares em 2021, mesmo em ano de pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde. Foram 41.603 cirurgias hospitalares em 365 dias, mais 57.081 cirurgias ambulatoriais no período. Foram realizadas um total de 98.684 cirurgias eletivas, ou seja, 17% do montante de 578 mil feitas no país.

Entre os estados do Sul, Santa Catarina foi o que mais realizou cirurgias eletivas, 350% a mais do que seus vizinhos. O Rio Grande do Sul fez 21.896 cirurgias eletivas e o Paraná produziu 20.045 procedimentos.

Os números também são positivos em cirurgias por habitante em comparação com todos os estados. Santa Catarina só perde pro Amapá, que tem uma população de 857 mil habitantes e realizou 43 mil cirurgias eletivas, enquanto o território catarinense possui 7.351.785 de habitantes e fez mais de 98 mil procedimentos.