icone facebookTwitterInstagram

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES), seguindo orientação do Ministério da Saúde (MS), passa a recomendar a partir de segunda-feira, 6, a aplicação da segunda dose de reforço (R2) para maiores de 50 anos e trabalhadores de saúde. As orientações do Ministério da Saúde (MS) estão disponíveis nas Notas Técnicas números 36 e 37.

Os municípios catarinenses foram orientados pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) que se tiverem doses disponíveis em estoque podem iniciar a aplicação da segunda dose de reforço neste público. É importante que a população verifique junto à Secretaria Municipal de Saúde a estratégia de vacinação adotada.

A segunda dose de reforço deve ser aplicada com um intervalo de quatro (04) meses após a primeira dose de reforço. As vacinas utilizadas para a aplicação desta dose podem ser a Pfizer, a AstraZeneca ou a Janssen. De acordo com o Ministério da Saúde, estudos mostram que a aplicação de mais uma dose de reforço aumenta em mais de cinco vezes a imunidade uma semana após a aplicação.