icone facebookTwitterInstagram

“Cada vez que nos descuidamos por parte da sociedade e até por parte dos próprios gestores estamos sujeitos a essa agressão do vírus”, a afirmação do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, se refere aos flagrantes de desrespeito às regras de prevenção e combate ao Coronavírus observados, principalmente, nos últimos dois feriados prologados no estado de Santa Catariana.


Essa constatação vem no momento em que o estado atinge o maior número de casos ativos desde o início da pandemia. Em 18 de novembro nos aproximamos da marca dos 25 mil casos ativos. “Ainda difícil mensurar a gravidade desse momento, o que percebemos é que hoje nós temos muito mais casos ativos do que nós tínhamos em agosto. Isso ainda não se refletiu em óbitos, felizmente”, complementa.


Desde o início da pandemia o Estado vem publicando reiteradamente regramentos para as atividades tanto econômicas quanto sociais, que levam em conta a Matriz de Risco Potencial divulgada semanalmente. Para Motta Ribeiro, o cumprimento dos regramentos apresentados é suficiente para a contenção da propagação do vírus. “Nós temos que entender que se reunirmos 5 mil pessoas, por exemplo, há a possibilidade de 100 mil pessoas serem contaminadas na sequência dos dias que se seguem. É esse o cálculo matemático. Eu entendo a dificuldade porque é muito tempo de enfretamento à pandemia, mas as festas domiciliares com 30, 40 pessoas sem uso de máscara e distanciamento acaba proliferando o vírus”, alerta.


Buscando ampliar a fiscalização o estado vem trabalhando em conjunto com o Grupo de Acidentes e Catástrofes – GRAC, além dos órgãos de segurança e vigilância pública tanto estudais quanto municipais. Dentro das ações educativas está a implantação do projeto Vigia Covid, em que a população recebe orientação sobre qual órgão deve ser contatado caso identifique atitudes que descumpram os regramentos impostos.


Com a aproximação do verão, o governo está se preparando para temporada 2020/2021 a implantação de um plano de contingência. O documento está sendo construído em conjunto por diversas secretarias do Estado além de entidades privadas diretamente relacionadas ao tema. “Em breve faremos uma reunião estendida com os setores da sociedade que são diretamente interessados como a hotelaria e turismo. Um estado que é lindo por natureza as pessoas vem para cá de qualquer forma, mesmo no meio do enfrentamento da pandemia da Covid, então, precisamos ter o nosso plano de contingencia de enfrentamento do verão e ele está sendo construído em parceria do governo com as entidades privadas”, complementa o secretário.