icone facebookTwitterInstagram

 

APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO                   

A Secretaria de Estado da Saúde através da Gerência de Anatomia Patológica proporciona aos hospitais públicos da rede própria, a análise de exames anatomopatológicos, citológicos e, para todo o Estado de Santa Catarina (exceto Joinville e região), o Serviço de Verificação de Óbitos.

Situado no subsolo do Hospital Infantil Joana de Gusmão há 25 anos, o então Instituto de Anatomia Patológica – IAP, como ainda é reconhecido, foi criado em 17/02/1995 através da Lei n°. 9831, atualmente com uma área física de aproximadamente 400 m2.

         Essa estrutura inicial foi alterada através da reforma administrativa de 2005 (Lei Complementar 284/2005) e, da reforma de 12 de junho 2019 (Lei Complementar 741/2019).

         Subordinada a Superintendência dos Hospitais Públicos Estaduais – SUH, tendo como sigla “GERAP”, tem como atribuição proporcionar a população catarinense os serviços de medicina diagnóstica nas áreas de anatomia patológica e citologia buscando efetivar ações preventivas de saúde e o Serviço de Verificação de óbitos (SVO), contribuindo para a melhoria do perfil epidemiológico.

             Assim, a GERAP/SVO está dividida em três áreas específicas:

ANATOMIA PATOLÓGICA – Área curativa - exames de biópsias e peças cirúrgicas (fragmento, órgãos), contribuindo para estatística de câncer no Estado. Atende às seguintes Unidades: HGCR, HRSJ, HIJG, IPQ, HDWC, MDCK, HST, ICSC, MCD, HNR, HMTR e SC Transplantes.

CITOLOGIA – Área preventiva - executa atividades vinculadas ao Programa Nacional de Controle do Câncer de Colo do Útero e Mama/MS/INCA. Atende às seguintes Unidades: HRSJ, MCD e HMTR,

SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE ÓBITOS/SVO – Área epidemiológica – Lei 13205/2014 “Organiza os Serviços de Verificação de Óbitos - SVO no Estado de Santa Catarina”, regulamentada pelo Decreto 2059/2009. Realiza necropsia decorrente de morte natural ocorrida em emergências, residências, via pública ou hospital cuja causa da morte não foi devidamente esclarecida. Atende todo o Estado, exceto região da grande Joinville, conforme Deliberação 304/CIB/2014. Referência no Estado de Santa Catarina integra a rede de SVO do Ministério da Saúde – Portaria 1405/2006 que “Institui a Rede Nacional de Serviços de Verificação de Óbito e Esclarecimento da Causa Mortis (SVO).

Mantém com a UNISUL um convênio para doação de corpo não reclamado, cujo estudo é imprescindível, contribuindo para a formação de futuros profissionais da área da saúde, uma vez que cirurgias, diagnósticos e prognósticos realizados pelos diferentes profissionais das áreas relacionadas à saúde, devem ser corretamente executados e interpretados.

Destaca-se ainda, o trabalho de localização dos familiares junto a Delegacia de Desaparecidos ou Consulado no caso de estrangeiros, quando há morte de cidadão em situação de rua ou mesmo em residência quando constatado não haver co-habitantes, bem como, realizamos o serviço de confirmação de identificação através de digital junto a Secretaria de Segurança Pública/SSP.

 

► EXAMES REALIZADOS EM 2019

► SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE ÓBITOS X INSTITUTO MÉDICO LEGAL

► CASOS CONTROVERSOS

► COMO PROCEDER PARA ENCAMINHAR O CORPO AO SVO?

► PERÍODO PANDEMIA COVID-19

► FORMULÁRIOS PADRÃO

► ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

 

ENDEREÇO E CONTATO

Rua Rui Barbosa nº 152, bairro Agronômica, Florianópolis/SC, CEP 88025-300 (Anexo ao HIJG)

Telefone: (48) 3228-0359 – (48) 3228-9440

WhatsApp Comercial : (48) 99131-4594

CORREIO ELETRÔNICO: iap@saude.sc.gov.brgerap@saude.sc.gov.briaplaudos@saude.sc.gov.br - svo@saude.sc.gov.br