icone facebookTwitterInstagram

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica divulgou no dia 22 de junho que a Gripe A teve uma cobertura vacinal de 94,97%, com a aplicação de 3.096.680 de doses. ?Isso significa que metade da população do Estado recebeu a vacina, e que os catarinenses estarão muito menos suscetíveis a contrair a Gripe A (H1N1) neste inverno, em relação ao ano passado. O que não os exime, claro, de continuarem tomando todas as medidas de higiene necessárias para evitarmos a circulação do vírus em Santa Catarina?, avalia o Secretário de Estado da Saúde, Roberto Hess de Souza.

Os dados da DIVE, que apontam mais de 3 milhões de pessoas vacinadas, o que representa a maior campanha de imunização já realizada no Estado, estão um pouco acima dos dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS) na semana passada, pois o cálculo nacional não inclui o grupo das pessoas de dois a quatro anos de idade. Essa faixa etária não fez parte da campanha do Governo Federal e foi justamente a que atingiu o menor nível no estado, com apenas 61,33% imunizados. O MS apontou Santa Catarina como o segundo estado com melhor índice de vacinação (97%), empatado com São Paulo e atrás apenas do Paraná.

Os demais grupos que receberam as doses em Santa Catarina tiveram bons desempenhos. Foram imunizados os índios (87,71%), as gestantes (87,19%) e os adultos de 20 a 29 anos (89,54%) e de 30 a 39 anos (79,45%). Acima das expectativas ficaram os profissionais de saúde (132,60%), crianças de seis meses a dois anos (105,28%) e doentes crônicos (133,91%).