icone facebookTwitterInstagram

Florianópolis, 21 de outubro de 2014.

O superintendente de Gestão e Planejamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Clécio Espezim, abriu a reunião na tarde desta terça-feira, 21, com técnicos da Gerência da Coordenação da Atenção Básica (Geabs) e representantes do Ministério da Saúde (MS) que integram a área técnica da Saúde da Mulher. O objetivo do encontro foi debater ações de combate à violência contra a mulher.

Participaram também da reunião profissionais dos programas estaduais Saúde da Criança, Saúde do Idoso e  Saúde do Homem da SES, membros do Comitê de Atenção às  Vítimas de Violência Sexual (Raivvs) do município de Florianópolis e o do Comitê Estadual de Atenção às Pessoas em Situação de Violência.

Em Florianópolis, três hospitais possuem estrutura para atender vítimas de violência sexual. O Hospital Universitário (HU) e a Maternidade Carmela Dutra (MCD) receberam a visita dos técnicos do MS na segunda-feira, 20.

Na terça pela manhã, foi a vez dos profissionais conhecerem os serviços oferecidos pelo Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG). “O objetivo da visita dos técnicos do MS é apresentar normativas sobre Estratégia da Linha de Cuidado da Violência para implantação das ações de atenção às pessoas nessa situação e do cadastro dos serviços que atendem vítimas de violência sexual em Santa Catarina”, explica a Gerente da Coordenação da Atenção Básica da SES, Lizete Contin.