icone facebookTwitterInstagram

Essa semana, a campanha “Minha história com a amamentação”, em comemoração ao Agosto Dourado -mês dedicado à conscientização sobre a importância do ato de amamentar- traz as memórias e o relato da técnica de enfermagem, Rozilei Becker Grohs.

Mãe e colaborada do Banco de Leite da Maternidade Dona Catarina Kuss, de Mafra, Rozilei desenvolve um trabalho de muita dedicação e compreensão atendendo mães que estão com bebês internados e àquelas que querem apoio para dar prosseguimento ao processo de amamentação.

“Há 17 anos trabalho auxiliando, orientando e conscientizando as mães que o melhor alimento é seu leite. É extremamente gratificante ver uma mãe que teve dificuldade nos primeiros dias, e que através do nosso auxílio, da nossa orientação, do nosso apoio, conseguiu amamentar seu filho”, conta.

Com um filho de 31 anos, Rozilei lembra que também passou por muitas dificuldades e que o apoio familiar foi fundamental para superar e seguir o processo de amamentação. “Lembro do instinto de amar e alimentar, acomodei ele no seio, pegou e sugou forte. Mas tive dificuldade nos primeiros dias, mamas ingurgitadas, mamilos planos, fissuras, dor, que só foram superados com auxílio e apoio da minha família”, relembra, “a insistência deu certo, e ele mamou até os 2 anos”, comemora.

Porém, em alguns casos, as mulheres não conseguem viver a experiência do aleitamento materno, e os fatores são diversos, passando por problemas fisiológicos e sociais. Para Rozilei esse é um momento em que também deve-se manter o apoio e a compreensão. “Jamais devemos julgá-la por sua “escolha” ou crença, ou achar que ela é incapaz, o que podemos fazer é acolher”, complementa a técnica.

Mais informações para a imprensa:
Karla Lobato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br