icone facebookTwitterInstagram

Completando 38 anos no dia 14 de maio, o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox) chegou nesta semana à marca de 308.203 mil atendimentos realizados entre os anos de 1984 e 2022. O levantamento foi feito pelos profissionais do serviço, que atendem 24 horas no Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago, na Capital. Esses números se referem a casos de intoxicação por diversos agentes, tais como medicamentos, agrotóxicos, produtos veterinários, raticidas, produtos químicos industriais e de uso domiciliar, além de drogas de abuso, plantas tóxicas e envenenamentos por animais peçonhentos.

De acordo com profissionais do CIATox/SC, os casos de intoxicação são sazonais, ou seja, as ocorrências aumentam ou diminuem de acordo com a característica de cada estação. Recentemente, por exemplo, foi registrado aumento nos casos de acidentes com jararacas em Santa Catarina, principalmente devido ao período de calor e é também nestes meses que ocorre o período reprodutivo das serpentes. Nos meses mais frios, as intoxicações são mais relacionadas ao uso inadequado de medicamentos ou produtos de uso doméstico, como álcool e hipoclorito.

“Ao longo da história, o nosso Centro se tornou referência e contribuiu para a melhoria da qualidade da assistência, reduziu morbimortalidade de intoxicações e de custos finais do sistema de saúde. É uma parceria de sucesso”, concluiu o secretário da Saúde, Alexandre Lencina Fagundes.

O CIATox é referência na área de toxicologia em SC, funciona gratuitamente e iniciou as atividades no dia 14 de maio de 1984. Para celebrar a data, os servidores fizeram uma série de atividades durante a semana de 9 a 14 de maio, com palestras e divulgações para a sociedade acerca da importância do serviço.

O serviço é oferecido por meio da Superintendência de Serviços Especializados e Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (SUR/SES) – com uma cooperação técnica e parceira da Universidade Federal. O Centro também mantém um serviço de plantão permanente para informações específicas, em caráter de urgência, na área de Toxicologia Clínica aos profissionais de saúde, principalmente médicos da rede hospitalar e ambulatorial e de caráter educativo e preventivo à população em geral. Os atendimentos são feitos através de ligação gratuita pelo número 0800 643 5252.

.

Mais informações para a imprensa:
Andrey Lehnemann
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99628-1141
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br