icone facebookTwitterInstagram

A Secretaria de Estado da Saúde destaca que não é verdadeira a informação repassada pelo prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli,  durante entrevista realizada nesta terça-feira (07), de que seria responsabilidade do Estado a habilitação de leitos de UTI.
Na realidade, a responsabilidade é do hospital ativar os leitos e encaminhar uma manifestação à Secretaria de Saúde, conforme o que determina a Legislação Federal. Isso deve ocorrer depois que esses leitos estejam ativos, ou seja, em pleno funcionamento. O Estado encaminha tal pedido ao Ministério da Saúde, que por sua vez, avalia e habilita os leitos propostos pela unidade hospitalar. 
Também não é verdadeira a informação de que o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus Passos, em Laguna, aguarda um suposto posicionamento do Governo do Estado para ampliação de leitos. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, visitou o município em junho e foi informado da dificuldade da unidade hospitalar em estruturar uma UTI. Desde então, a SES aguarda a manifestação oficial do município e da direção do hospital para avançar nas questões técnicas e de custeio.
Finalmente, sobre leitos privados o processo está em tramitação na Secretaria de Estado da Saúde, que avalia questionamentos externos apresentados. 
A SES ainda reforça que, desde o início da pandemia, já foram abertos 570 novos leitos de UTI no estado, um reforço de 70% em relação à estrutura hospitalar pré existente. Para a macrorregião Sul foram 54 novos leitos criados em pouco mais de cem dias. Todas as informações e ações realizadas pelo Centro de Operações em Emergência em Saúde, assim como ferramentas e recomendações destinadas aos gestores municipais, são públicas e disponíveis no site www.coronavírus.sc.gov.br