icone facebookTwitterInstagram

Santa Catarina inicia a semana com importante notícia para o tratamento da Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Diretoria de Assistência Farmacêutica (DIAF), publicou nesta segunda-feira, 14, as orientações de uso do primeiro medicamento ambulatorial disponível no SUS, para a Covid-19: o Paxlovid, uma combinação dos medicamentos Nirmatrelvir/Ritonavir (NMV/r). O Ministério da Saúde encaminhou ao Estado doses suficientes para 1.545 tratamentos.

secretaria_da_saude_amplia_estoque_de_medicamentos_e_insumos_20180412_1770095813.jpg

A medicação é indicada para pacientes a partir dos 65 anos e para imunocomprometidos a partir dos 18 anos. Ela deve ser administrada até o 5º dia de início dos sintomas, só podendo ser administrada com prescrição médica e fornecida pelo SUS, sem possibilidade de aquisição. A intensão é evitar a evolução da doença nos grupos de maior risco.

Como uma medicação ambulatorial, ela é indicada para pessoas que estejam na fase inicial dos sintomas. Estão aptos a receber a medicação pacientes que se enquadrem nos critérios determinados pela Nota Técnica nº 32/2022 da DIAF. Sendo os principais requisitos:

Grupo 1: Indivíduo a partir dos 18 anos com imunossupressão de alto grau ou indivíduo com idade igual ou maior que 75 anos, independentemente de comorbidade;

Grupo 2: Indivíduo a partir dos 65 anos, com pelo menos duas comorbidades;

Grupo 3: Indivíduo a partir dos 65 anos, com apenas uma comorbidade;

Grupo 4: Indivíduo a partir 65 anos, sem comorbidades;

Grupo 5: Indivíduo com imunossupressão de baixo grau, a partir dos 18 anos.

Para que o paciente tenha acesso ao tratamento, ele deve buscar uma unidade de saúde, como Postos de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento e Hospitais, para avaliação. Caso o médico entenda que ele se enquadra nos requisitos exigidos, o profissional deverá preencher formulário com a solicitação apresentando o exame positivo para a Covid-19 (não sendo válido o autoteste) e as comprovações de que se enquadra nos critérios indicados. O tratamento não é indicado para gestantes. Para as lactantes a orientação é de interrupção da amamentação durante o tratamento.

O Paxlovid, para tratamento da Covid-19, foi aprovado pela Agência de Vigilância Sanitária – Anvisa, em março deste ano. O medicamento retroviral, de uso oral, deve ser administrado por cinco dias, em adultos que não requerem oxigênio suplementar e que apresentam risco aumentado de progressão para Covid-19 grave.

Os documentos contendo todas as informações podem ser acessados neste link.

Circulação de nova variante

Santa Catarina, confirmou, no último dia 9, os primeiros cinco casos da sublinhagem BQ.1.1 do vírus SARS-CoV-2. Com isso, foram emitidos alertas para reforço das medidas preventivas ao Coronavírus. As notas trazem informações aos serviços de saúde e à população.

:: Nota Informativa Conjunta nº 012/2022 aqui

:: Nota informativa Conjunta nº 013/2022 aqui.