icone facebookTwitterInstagram

Novembro Azul é um movimento internacional criado para a conscientização do câncer de próstata e alertar os homens da importância do diagnóstico precoce. Criado em 2003, o mês foi escolhido devido o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata ser 17 de novembro. No Brasil, o mês é oportuno para sensibilizar os homens e os profissionais de saúde quanto às ações do autocuidado e cuidado integral com a promoção, proteção e prevenção da saúde integral do homem. 

A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (Pnaish) há 10 anos vem realizando ações para ressignificar as vivências familiares e laborais, prevenção de violências e os acidentes, promoção do autocuidado, prevenção de doenças crônicas e infectocontagiosas, além da participação do homem na gestação, no pré-natal, no crescimento e desenvolvimento do(s) filho(s).

Neoplasias


O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Em torno de 66 mil novos casos deverão surgir no triênio 2020-2022. Mas se diagnosticado precocemente tem 90% de chance de cura.
Embora em menor incidência, mas que vem chamando a atenção do Ministério da Saúde pelo aumento de casos, o câncer de pênis atinge 2,1% entre todas as neoplasias masculinas. Entre 2018 e 2019, ocorreram mais de 2 mil mortes e aproximadamente 3 mil amputações. É o tipo de câncer ligado à baixas condições socioeconômicas e educacionais, além da má higiene íntima. O problema pode ser de origem congênita e pode ser resolvido ainda na infância. Também há estudos científicos que sugerem associação com a infecção pelo vírus HPV (papilomavírus humano).
Este ano o Novembro Azul também evidencia o câncer de boca. No Brasil, somente em 2017, ocorreram 4.923 óbitos em homens, que corresponde ao risco de 4,88/100 mil homens. A incidência é mais comum acima dos 40 anos, sendo o quarto tumor mais frequente no sexo masculino na região Sudeste. A maioria dos casos é diagnosticada em estágios avançados, mas podem ser evitados, pois os fatores de risco são comuns a outras neoplasias e doenças crônicas como o fumo e o álcool.

Fique atento, entre os cuidados básicos que todo homem precisa ter com a saúde. Há testes e exames que precisam ser realizados com frequência:
• Verificação da pressão arterial;
• Hemograma completo e testes de urina;
• Teste de glicemia, para prevenção de diabetes;
• Atualização da carteira vacinal;
• Verificação do perímetro abdominal e teste de Índice de Massa Corpórea (IMC).