icone facebookTwitterInstagram

Florianópolis, 27 de setembro de 2017

 

 

De 26 a 30 de setembro acontece em Joinville a 8ª Jornada de Perinatologia para discutir as políticas públicas voltadas à gestação, parto, pós-parto e saúde materna e infantil. O evento no Teatro Juarez Machado vai concentrar palestras, oficinas, divulgação de pesquisas científicas, mesas redondas, debates e filmes. Paralelamente ao evento, acontece o 3º Fórum da Rede Cegonha, o 8º Simpósio de Mortalidade, o 3º Simpósio Gestação de Alto Risco e a 2ª Semana Científica da Maternidade Darcy Vargas (MDV).

 

 

Estão inscritas 611 pessoas dos estados da Bahia, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A programação inclui oficinas sobre pré-natal, boas práticas e humanização do parto e nascimento e métodos de amamentação e puericultura. “Vamos discutir assuntos relacionados à saúde materna e infantil, mas também há um enfoque sobre as pesquisas científicas e um tempo dedicado ao debate sobre as gestações de alto risco e de mortalidade”, explica o médico Jean Carl Silva, coordenador do Departamento de Ensino, Pesquisa e Treinamento da MDV.

 

 

A realização da 8ª Jornada de Perinatologia é da Maternidade Darcy Vargas e tem parceria da Secretaria de Estado da Saúde, do Grupo Condutor Rede Cegonha Nordeste, da Comissão Integrada de Ensino em Saúde Nordeste e da Prefeitura Municipal de Joinville. O apoio é do Centro de Estudos e Formação da Maternidade Darcy Vargas, Hotel Tannenhof, Laboratório MSD, Laboratório AbbVie, Unicred, Laboratório Gimenes, Clínica Ultramater, Clínica Bambini, Centro Nacional de Ensino Superior, Pesquisa, Extensão, Graduação e Pós Graduação (Censupeg) e Casa do Bem Querer.

 

 

Temas de relevância

 

Durante os cinco dias de atividades, diversos temas terão destaque na programação que integra os membros do serviço de saúde. Na segunda-feira, as discussões sobre os cuidados com o pré-natal e a importância do acompanhamento médico permeiam as discussões. No dia 27, o enfoque é sobre a necessidade de reduzir as cesarianas e conscientizar as mulheres sobre os benefícios, a curto e longo prazo, de optar por parto normal.

 

Na quarta-feira, serão apresentados os trabalhos científicos produzidos pela equipe de profissionais da MDV. As pesquisas são de graduação, especialização, mestrado e doutorado. No dia 29, as gestações de alto risco têm enfoque nas palestras: durante a manhã serão abordados temas voltados à redução dos riscos para os bebês com má-formação genética detectada durante o pré-natal. À tarde, as discussões são sobre a mortalidade de mães e bebês.

 

A programação encerra na sexta-feira com um debate e palestras sobre todos os temas abordados no decorrer da semana. Entre os médicos de renome, o ginecologista e pós-doutor em medicina fetal Fábio Peralta. O pediatra e pós-doutor José Martins Filho, em sua palestra sobre os primeiros mil dias da criança, vai expor como é possível quebrar a cadeia genética nos dois primeiros anos de vida de problemas passados de pais para filhos.

 

Programação do 3º Fórum da Rede Cegonha

*Segunda (26/09)

 

8h: recepção;

8h30: abertura;

9h: reunião do Grupo Condutor Rede Cegonha;

9h às 10h: exibição do filme Microbirth (sala 1 do Centreventos);

10h40: mesa redonda sobre qualidade no pré-natal – Patrícia de Campos Silva, Bernardo Scotelaro Oliveira, Sílvia Betat, Fabiane Cherobin e Manuel Lopes;

13h30: prevenção do manejo da Sífilis Congênita – Valéria Slowik da Silveira;

14h30: monitoramento da criança com Sífilis – Fátima Mucha;

15h30: Experiências da Rede Cegonha em Araquari, Guaramirim, Jaraguá do Sul e Schroeder;

16h às 17h30: exibição do filme O Começo da Vida (sala 1 do Centreventos).

 

Programação das oficinas da Rede Cegonha

*Terça (27/09)

 

8h: recepção

8h30: o olhar da doula no parto – Eloiza Fernandes;

8h50: oficina de classificação de risco gestacional – Martha Bachilli;

10h20: oficina de boas práticas de parto, nascimento e plano de parto – Jociane Francis Baptista Colon, Rosimeire Pereira Bressan Batista e Ana Maria Brisola;

9h às 10h20: exibição do filme O Começo da Vida (sala 1 do Centreventos)

13h30: manejo da amamentação – Maria Beatriz Reinert do Nascimento;

14h30: oficina do manejo da amamentação – Maria Beatriz Reinert do Nascimento;  

16h: puericultura, mil dias – Maria Beatriz Reinert do Nascimento;

16h30: oficina de puericultura – Maria Beatriz Reinert do Nascimento;

16h às 17h: exibição do filme Microbirth (sala 1 do Centreventos).

 

Programação da 2ª Semana Científica

Quarta (28/09)

 

8h: recepção

8h30: unidade de pesquisa da Maternidade Darcy Vargas – Francisco César Pabis;

8h45: importância da pesquisa – Marco Mastroeni;

9h15: prevalência de osteoporose em colo de fêmur em mulheres menopausadas – Jennifer Correia Silvestre;

9h30: enfrentamento do óbito fetal na perspectiva do enfermeiro – Bruna Tedesco;

9h45: práticas nutricionais e suas consequências em recém-nascidos de muito baixo peso – Vanessa Maria Cabral da Cruz;

10h: desfechos maternos e fetais adversos gemelaridade – Juliana Bizatto;

10h40: indicadores como ferramentas de pesquisa na humanização – Jociane Francis Baptista Colon;

11h15: percepção das mulheres frente ao abortamento – Evelin Wossgrau;

11h30: perfil de pacientes internados no serviço de alto risco da Maternidade Darcy Vargas – Maurren Stern Weinand;

11h45: perfil epidemiológico materno-fetal das gestantes adolescentes atendidas no pré-natal de alto risco – Juliana dos Reis;

13h30: trâmites da pesquisa – Jaqueline Barp;

13h50: eventos perinatais em pacientes com diabetes mellitus gestacional com diagnóstico tardio – Patrícia Krammel;

14h15: desfecho materno neonatal no trabalho de parto induzido nas gestações pós-data numa maternidade pública de SC – Janaína Sanches;

14h30: desfecho neonatal em mães diabéticas submetidas à cesariana eletiva com uso de corticoide antenatal – Thales Fretta Althoff Medeiros;

14h45: avaliação nutricional e consumo alimentar de gestantes adolescentes – Tatiana de Oliveira;

15h: comparação entre trabalho de parto prematuro eletivo e espontâneo – Viviani Sounis Costa;

15h15: apresentação oral de trabalho selecionado;

15h50: apresentação oral de trabalho selecionado;

16h05: Plataforma Brasil – Jaqueline Barp.

 

Programação do 3º Simpósio Gestação de Alto Risco

*Quinta (29/09)

 

8h: recepção

8h20: serviço de medicina fetal da Maternidade Darcy Vargas – Manoel Pinto Filho;

8h40: acolhimento de enfermagem – Letícia Schwartz Stringari;

9h: acolhimento social – Zaira Aparecida Rosa Alchieri;

9h20: acolhimento psicológico – Karina Peruzzo Zimmermann;

9h40: rastreamento e prevenção da prematuridade – Manoel Pinto Filho;

10h20: ultrassonografia morfológica do 1º trimestre – Andreia Palmieri;

10h40: rastreamento e prevenção de doença hipertensiva na gravidez – Andrea Dantas;

11h: avaliação perinatal do feto com neuropatia – Francisco Cesar Pabis;

11h40: assistência imediata ao recém-nascido de risco – Fabio Agertt;

 

Programação do 8º Simpósio de Mortalidade

*Quinta (29/09)

 

13h30: apresentação do comitê de mortalidade – Scheila Siebeneicher;

13h45: atenção ao bebê de alto risco – Fátima Mucha;

14h15: processo de luto na perda fetal – Dircelene Pscheidt;

14h50: mesa redonda sobre mortalidade infantil – Jean Carl Silva, Fátima Mucgae Scheila Siebeneicher;

15h50: óbito materno prevenção no pré-natal – Jean Carl Silva;

16h10: perfil da mortalidade na Maternidade Darcy Vargas – Maria Volpato.

 

Programação da 8ª Jornada de Perinatologia

*Sexta (30/09)

 

8h: recepção

8h30: aconselhamento genético em medicina fetal – Fábio Peralta;

9h30: atualidades no diagnóstico e tratamento fetal – Fábio Peralta;

10h50: parto humanizado – Veruscka Gromann;

13h30: processo de luto na perda materna – Dircelene Pscheidt;

14h: os primeiros mil dias – José Martins Filho;

15h: anemia na gestação – Deli Grace de Araújo Barros;

15h20: atualizações em HPV – Ademir Garcia Reberti;

15h40: ética em pesquisa – Paulo França;

16h: método canguru na atenção básica – Scheila Siebeneicher;

16h20: encerramento com coquetel.

 

alt

Foto: Divulgação