icone facebookTwitterInstagram

Notícias 2015

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Florianópolis, Celso Ramos, Regional de São José e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta quinta-feira (12):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha oito pacientes internados e 42 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 55 pacientes na Emergência ortopédica, 317 na Emergência geral e 54 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 39 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas seis internações.

Hospital Celso Ramos - Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, 11 pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, nove pacientes estavam internados e 10 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 369 pessoas. Desse total, 154 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 150 para clinica médica e 65 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Um paciente estava sendo atendido no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. Três pessoas aguardavam consulta e 48 estavam internadas, sendo oito na Emergência semi-intensiva, quatro na reanimação, 12 no repouso, e outros 24 na medicação. Até o fim da manhã havia 73 pessoas nas unidades de internação e 14 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 59 pessoas na Emergência e fez 23 novas internações. Há um total de 135 pacientes internados no instituto.

Hospital Regional de São José - Nas últimas 24 horas foram realizados 242 atendimentos nas emergências geral, ortopédica, oftalmológica e obstétrica. Na emergência pediátrica foram feitos 186 atendimentos. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 246 pacientes internados. Nas ultimas 24 horas foram realizadas 56 internações.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br

Turvo, 11 de novembro de 2015

Inicia-se no próximo sábado (14), no município de Turvo, o Curso de Capacitação em Instrumentação Cirúrgica da Escola de Formação em Saúde. O curso, com carga horária de 60 horas, será coordenado pela enfermeira Mariel Patrício e a turma conta com 30 alunos matriculados.

As aulas visam capacitar profissionais de saúde para auxiliar nas atividades de rotina dos centros cirúrgicos, como: procedimentos de anestesia, instrumentação, esterilização e preparo da sala e material de cada cirurgia.

O objetivo geral do curso é melhorar a qualidade no atendimento prestado aos pacientes no período pré e pós-operatório, oferecendo um programa que possa atender à necessidade teórica e técnica do profissional da saúde na área da Instrumentação Cirúrgica. O conteúdo é direcionado à contextualização do aluno em relação aos fundamentos da profissão e ao fortalecimento do ensino e aprendizagem, a fim de garantir a preparação para o exercício do trabalho.

Mais informações no site da Escola (www.efos.saude.sc.gov.br) ou pelo telefone: (48) 3665-4660.

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Florianópolis, Celso Ramos, Regional de São José e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta quarta-feira (11):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha nove pacientes internados e 71 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 70 pacientes na Emergência ortopédica, 284 na Emergência geral e 91 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 43 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas sete internações.

Hospital Celso Ramos - Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, 17 pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, 12 pacientes estavam internados e 19 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 295 pessoas. Desse total, 92 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 153 para clinica médica e 50 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Nenhum paciente estava sendo atendido no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. Nenhuma pessoa aguardava consulta e 48 estavam internadas, sendo oito na Emergência semi-intensiva, duas na reanimação, 12 no repouso, e outros 26 na medicação. Até o fim da manhã havia 71 pessoas nas unidades de internação e 14 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 52 pessoas na Emergência e fez 13 novas internações. Há um total de 133 pacientes internados no instituto.

Hospital Regional de São José - A Emergência geral tinha 47 pacientes internados até o final da manhã.  O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco. No saguão, 55 pessoas aguardavam consulta.Nas últimas 24 horas foram realizados 363 atendimentos nas emergências geral, ortopédica, oftalmológica e obstétrica. Na emergência pediátrica foram feitos 181 atendimentos. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 243 pacientes internados. Nas ultimas 24 horas foram realizadas 45 internações.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br

Florianópolis, 10 de novembro de 2015

Com o objetivo de informar a população quanto aos parâmetros da qualidade da água para o consumo em Santa Catarina, a Diretoria da Vigilância Sanitária (Divs/SC) disponibiliza mensalmente o "Boletim da qualidade da água para consumo humano dos municípios do Estado”. A análise é feita de acordo com padrões de potabilidade estabelecidos pela Portaria do Ministério da Saúde 2.914/11 e Portaria Conjunta 398 de 2009.

Para baixar os boletins é só acessar o site da Vigilância Sanitária (www.vigilanciasanitaria.sc.gov.br) e clicar no botão “Boletim de qualidade da água” localizado na parte inferior da página. Os municípios estão agrupados por Regional de Saúde. 

alt

Caso algum município não seja localizado, significa que a Vigilância Sanitária Municipal não está em dia com a alimentação do Sistema de Informação da Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Siságua).

 

Esse sistema tem como finalidade auxiliar o gerenciamento de riscos à saúde a partir dos dados gerados rotineiramente pelos profissionais do setor de saúde e responsáveis pelos serviços de abastecimento de água e da geração de informações em tempo hábil para planejamento, tomada de decisão e execução de ações de saúde relacionadas à água para consumo humano.

O Siságua é uma ferramenta do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiágua), que consiste no conjunto de ações adotadas continuamente pelas autoridades de saúde pública para garantir à população o acesso à água em quantidade suficiente e qualidade compatível com o padrão de potabilidade estabelecido pela legislação. Essas ações visam a prevenção dos agravos transmitidos pela água e a promoção da saúde, previstas no Sistema Único de Saúde (SUS).

As ações do Vigiágua são desenvolvidas pelas Vigilâncias Sanitárias municipais, estaduais, e do Distrito Federal e pelo Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental.

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Florianópolis, Celso Ramos, Regional de São José e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta terça-feira (10):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha 10 pacientes internados e 41 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 66 pacientes na Emergência ortopédica, 285 na Emergência geral e 101 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 40 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas 11 internações.

Hospital Celso Ramos - Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, sete pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, 13 pacientes estavam internados e 10 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 337 pessoas. Desse total, 133 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 146 para clinica médica e 58 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Um paciente estava sendo atendido no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. Nenhuma pessoa aguardava consulta e 44 estavam internadas, sendo oito na Emergência semi-intensiva, três na reanimação, 12 no repouso, e outros 21 na medicação. Até o fim da manhã havia 65 pessoas nas unidades de internação e 15 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 50 pessoas na Emergência e fez 12 novas internações. Há um total de 124 pacientes internados no instituto.

Hospital Regional de São José - A Emergência geral tinha 54 pacientes internados até o final da manhã.  O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco. No saguão, 23 pessoas aguardavam consulta.Nas últimas 24 horas foram realizados 445 atendimentos nas emergências geral, ortopédica, oftalmológica e obstétrica. Na emergência pediátrica foram feitos 186 atendimentos. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 261 pacientes internados. Nas ultimas 24 horas foram realizadas 63 internações.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br