icone facebookTwitterInstagram

Notícias 2015

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Florianópolis, Celso Ramos, Regional de São José e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta terça-feira (17):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha 11 pacientes internados e 34 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 72 pacientes na Emergência ortopédica, 287 na Emergência geral e 108 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 33 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas quatro internações.

Hospital Celso Ramos -Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, 11 pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, oito pacientes estavam internados e 18 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 258 pessoas. Desse total, 147 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 133 para clinica médica e 45 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Dois pacientes estavam sendo atendidos no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. Quatro pessoas aguardavam consulta e 52 estavam internadas, sendo oito na Emergência semi-intensiva, quatro na reanimação, 12 no repouso, e outros 28 na medicação. Até o fim da manhã havia 72 pessoas nas unidades de internação e 13 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 54 pessoas na Emergência e fez 20 novas internações. Há um total de 137 pacientes internados no instituto.

Hospital Regional de São José - A Emergência geral tinha 47 pacientes internados até o final da manhã.  O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco. No saguão, 64 pessoas aguardavam consulta. Nas últimas 24 horas foram realizados 447 atendimentos nas emergências geral, ortopédica, oftalmológica e obstétrica. Na emergência pediátrica foram feitos 190 atendimentos. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 259 pacientes internados. Nas ultimas 24 horas foram realizadas 52 internações.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br

Florianópolis, 16 de novembro de 2015

Com a proximidade de mais uma temporada de verão, quando as altas temperaturas favorecem a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, a Secretaria de Estado da Saúde inicia campanha de mídia e nas redes sociais para alertar a população sobre os riscos da doença. Nas peças publicitárias e posts, o governo do Estado enfatiza a importância da participação de todos no controle e na eliminação dos criadouros do mosquito para evitar uma nova epidemia da doença no Estado.

Florianópolis, 13 de novembro de 2015

Prepare-se, senhor Bigode está chegando no Hemocentro Regional de Florianópolis! A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), em parceria com a Biossegurança e o Departamento de Recursos Humano (DRH) do Hemosc, fará uma surpresa aos colaboradores e visitantes em comemoração a campanha “Novembro Azul”.

Atividades, que serão realizadas entre os dias 16 e 20 de novembro, na sala que fica entre o DRH e a Biossegurança, têm o objetivo de conscientizar o público masculino sobre a importância da prevenção e também do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, as causas do câncer de próstata ainda são desconhecidas, mas normalmente essa doença aparece em homens com mais de 65 anos. Quando existem casos na família as chances de desenvolver esse tipo de tumor aumentam em 50%. Somente no Brasil são diagnosticados 69 mil novos casos todos os anos e as chances e cura, quando precocemente, é de 90%.

Informações

Manuela Mendes da Silva

Analista de Marketing - Hemosc

(48) 3251-9838 / 9918-4248

 

Florianópolis, 16 de novembro de 2015

 

alt

Florianópolis, 13 de novembro de 2015

A Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina (Divs) informa que está iniciando o processo de acompanhamento e avaliação das ações de vigilância sanitária pactuadas e programadas nos planos municipais. Os serviços locais de vigilância sanitária têm até o dia 31 de dezembro para preencher o “Formulário de Autoavaliação – PAM/VISA 2014/2016”.

Posteriormente, a partir de 2016, serão realizadas supervisões in loco em todos os municípios, com o objetivo de fazer o fechamento e comparação da evolução dos resultados alcançados.

Para a realização desse processo, está disponível, por meio da plataforma FormSus (formulário de autoavaliação do Plano Municipal de Ações VISA-2014/2016), uma ferramenta para preenchimento “online”. Acesse aqui.

A diretora da Vigilância Sanitária do Estado, Raquel Bittencourt, diz que é importante respeitar o prazo para preenchimento do formulário de autoavaliação. “Lembramos ainda que, esse processo é de fundamental importância para dar visibilidade ao Sistema Estadual de Vigilância Sanitária, sendo que a divulgação das ações e atividades desenvolvidas por todas as vigilâncias contribui decisivamente para o exercício do controle social e a melhoria da qualidade de vida da população”, reforça Raquel.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-email ndvisa@saude.sc.gov.br ou pelos telefones (48) 3251-7928 e (48) 3251-7994.