icone facebookTwitterInstagram

Notícias 2015

Blumenau, 11 de Dezembro de 2015

O secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing, assinou nesta sexta-feira, 11, em ato realizado na Câmara de Vereadores de Blumenau, o edital para compra do helicóptero Arcanjo 3. A abertura das propostas está prevista para 11 de janeiro de 2016, com prazo de 90 dias para início das operações. “Neste período não vamos deixar Blumenau e o Vale do Itajaí sem atendimento do Arcanjo”, ressaltou o secretário.

 

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Florianópolis, Celso Ramos, Regional de São José e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta segunda-feira (14):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha oito pacientes internados e 24 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 76 pacientes na Emergência ortopédica, 215 na Emergência geral e 52 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 31 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas oito internações.

Hospital Celso Ramos -Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, oito pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, seis pacientes estavam internados e 10 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 119 pessoas. Desse total, 52 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 39 para clinica médica e 28 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Nenhum paciente estava sendo atendido no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. Uma pessoa aguardava consulta e 36 estavam internadas, sendo quatro na Emergência semi-intensiva, nenhuma na reanimação, 12 no repouso, e outros 20 na medicação. Até o fim da manhã havia 59 pessoas nas unidades de internação e 10 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 36 pessoas na Emergência e fez 15 novas internações. Há um total de 105 pacientes internados no instituto.

Hospital Regional de São José - A Emergência geral tinha 273 pacientes internados até o final da manhã.  O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco. Nas últimas 24 horas foram realizados 190 atendimentos nas emergências geral, ortopédica, oftalmológica e obstétrica. Na emergência pediátrica foram feitos 143 atendimentos. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 260 pacientes internados. Nas ultimas 24 horas foram realizadas 35 internações.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br

Florianópolis, 11 de dezembro de 2015

A Diretoria de Educação Permanente em Saúde (DEPS) realizou, no período de 20 de outubro a 8 de dezembro, o curso Fortalecimento do processo de trabalho da SES com foco na educação permanente e humanização. A capacitação foi de 60 horas, com a finalidade de fortalecer a educação permanente e a humanização nas unidades próprias da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O objetivo geral era elaborar proposta de fortalecimento das ações de Educação Permanente em Saúde e Humanização nas unidades a partir de uma metodologia ativa, em que o participante é o agente principal. Ao final do curso, os participantes produziram um projeto de intervenção para a unidade.

O curso produziu reflexão sobre os processos de trabalho, instigou os participantes à construção do projeto de intervenção e gerou uma movimentação com continuidade de discussão entre as unidades e a SES.

 

A Secretaria de Estado da Saúde informa a situação das Emergências dos hospitais Celso Ramos e Instituto de Cardiologia de Santa Catarina nesta sexta-feira (11):

Hospital Florianópolis – Até o fim da manhã, a emergência geral tinha 12 pacientes internados e 12 pessoas aguardavam atendimento no saguão. O atendimento na emergência da unidade é feito de acordo com a gravidade dos casos, por meio da classificação de risco. Nas últimas 24 horas, o hospital, que é referência em ortopedia, atendeu 53 pacientes na Emergência ortopédica, 238 na Emergência geral e 72 na Emergência pediátrica. O quadro geral é de 31 pacientes internados. Nas últimas 24 horas foram feitas sete internações.

Hospital Celso Ramos- Na Emergência da unidade localizada em Florianópolis, sete pessoas aguardavam atendimento até o final da manhã, 14 pacientes estavam internados e 13 em observação. Nas últimas 24 horas, a Emergência recebeu 221 pessoas. Desse total, 87 eram para Ortopedia (em geral, pessoas que sofreram acidentes de trânsito); 104 para clinica médica e 30 para clínica cirúrgica.

Instituto de Cardiologia – Um paciente estava sendo atendido no final da manhã na Emergência desta instituição localizada em São José. nenhuma pessoa aguardava consulta e 39 estavam internadas, sendo sete na Emergência semi-intensiva, quatro na reanimação,12 no repouso, e outros 16 na medicação. Até o fim da manhã havia 62 pessoas nas unidades de internação e 11 na ala coronária. Nas últimas 24h, o Instituto de Cardiologia atendeu 42 pessoas na Emergência e fez 14 novas internações. Há um total de 112 pacientes internados no instituto.

Salientamos que cerca de 80% dos casos que chegam às Emergências são ambulatoriais, ou seja, situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos.

Informações adicionais:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Saúde

E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br

 Florianópolis,10 de dezembro de 2015
 
 O secretário adjunto de Estado da Saúde, Murillo Capella, e o superintendente de Planejamento e Gestão da Secretaria de Estado da Saúde, Leandro de Barros, entregaram nesta quinta-feira (10) à tarde, no auditório da Associação dos Municípios da Grande Florianópolis, na Capital, certificados aos municípios que foram destaque em serviços de atenção básica à saúde nas categorias?Avaliação da Atenção Básica?, ?Melhores Práticas de Atenção Básica em Santa Catarina? e ?Maior participação em teleconsultorias no Telessaúde SC?. 

No total, 53 experiências foram reconhecidas pelo Governo do Estado pelo trabalho desenvolvido na gestão municipal e na atuação das equipes de Atenção Básica em prol da qualidade da atenção em saúde. "Esta é uma reunião que premia o mérito daqueles que sabem fazer, afinal sem atenção básica não há saúde e com boa atenção básica menos pessoas haverá nos nossos hospitais", declarou o secretário adjunto, Murillo Capella, na abertura da cerimônia. 

 Na categoria Avaliação da Atenção Básica em Santa Catarina, que está na 6ª edição, foram contemplados 28 municípios. A escolha é realizada pela Gerência de Coordenação da Atenção Básica da Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a UFSC, por meio do Núcleo de Extensão e Pesquisa em Avaliação em Saúde. A avaliação já foi aplicada nos municípios catarinenses nos anos de 2008, 2009, 2010, 2011, 2013 e agora em 2015. Nesta categoria de premiação, os municípios são agrupados por porte populacional: menos de 10 mil habitantes; entre 10 mil e 25 mil habitantes, de 25 mil a 50 mil habitantes, de 50 mil a 100 mil habitantes e acima de 100 mil. Como incentivo e valorização pelo trabalho desenvolvido nestes municípios a Secretaria de Estado da Saúde vai disponibilizar um computador e um kit multimídia (webcam, microfone e fone de ouvido) para os nove municípios com melhores desempenhos por porte e um kit multimídia para os demais municípios.

 

Já na categoria Melhores Práticas de Atenção Básica em SCforam selecionadas por uma comissão de acordo com edital do programa. Foram inscritos 182 trabalhos e, destes, selecionados um por região de saúde, no total de 16. As 16 melhores práticas de atenção básica de Santa Catarina terão seus trabalhados gravados em vídeo pela Secretaria de Estado da Saúde e serão publicados na Revista Catarinense de Saúde da Família. Os quatro melhores classificados receberão também um computador e um kit multimídia e os demais (12) receberão um kit didático para amamentação e parto e um kit multimídia. Também receberam certificação as nove equipes de Saúde da Família com Maior Participação em Teleconsultoria no Telessaúde SC no último ano. A teleconsultoria é um instrumento para qualificar a atenção básica e para evitar encaminhamentos para atenção secundária.

  

Municípios certificados com os melhores desempenhos na Avaliação da Atenção Básica (segundo porte populacional):

 

Municípios com até 10 mil habitantes: São Miguel da Boa Vista (1º lugar); Witmarsum (2º lugar); Nova Itaberaba (3º lugar); São Domingos (4º lugar); Flor do Sertão (5º lugar); Modelo (6º lugar); Cordilheira Alta (7º lugar); Antônio Carlos (8º lugar); Caibi (9º lugar); Itá (10º lugar); Santa Rosa do Sul (11º lugar); Guatambú (12º lugar); Laurentino (13º lugar); Treze Tílias (14º lugar); Alto Bela Vista (15º lugar); Peritiba (16º lugar).

Municípios entre 10 e 25 mil Habitantes: Bombinhas (1º lugar); São José do Cedro (2º lugar); Urussanga (3º lugar); Itapiranga (4º lugar); Cunha Porã (5º lugar); Balneário Piçarras (6º lugar);

Municípios entre 25 e 50 mil habitantes: Joaçaba (1º lugar); Itapema (2º lugar); Pomerode (3º lugar).

Municípios entre 50 e 100 mil habitantes: Rio do Sul (1º lugar); Içara (2º lugar);

Municípios acima de 100 mil habitantes: Chapecó (1º lugar)

 

 

Melhores Práticas de Atenção Básica em SC (uma por região de saúde): 

 

1 - Região de Saúde Extremo-Oeste:

Tigrinhos - Programa Saúde na Escola - Construindo Redes Intersetoriais para Desmedicalizar o Ambiente Escolar 

2 - Região de Saúde  Xanxerê:

São Bernardino - Programa Sorriso Novo

3 - Região de Saúde Oeste:

Chapecó - Grupo Terapêutico Desenvolvimento Humano para Usuários de Psicotrópicos em uma Unidade Básica de Saúde.

4 - Região de Saúde Alto Uruguai Catarinense:

Peritiba - Descarte Consciente e uso Racional de Medicamentos no Município de Peritiba. 

 5 - Região de Saúde Meio Oeste:

Vargem Bonita - O Uso das Cores para Organização e Planejamento das Ações na Atenção Básica 

6 - Região de Saúde  Alto Vale  Rio do  Peixe:

Fraiburgo - Grupo supera dor: Usando a hidroginástica na promoção da saúde, diminuindo dores e ganhando mobilidade

7 - Região de Saúde Serra Catarinense:

Lages - Acolhimento à demanda espontânea com estratificação de risco: uma experiência inovadora no município de Lages

8 - Região de Saúde Alto Vale do Itajaí:

Vidal Ramos - Programa Roda Materna: Grupo de Gestantes

9 - Região de Saúde  Médio Vale do Itajaí:

Indaial - Reabilitação da Musculatura do Assoalho Pélvico em Mulheres com Cistocele Grau I

10 - Região de Saúde da Foz do Rio Itajaí:

Navegantes - O Bicho vai Pegar - Educando com Arte e Cultura: Programa Saúde na Escola, Práticas de Prevenção e Promoção da Saúde

11 - Região de Saúde Laguna:

Imbituba - Fazendo Arte com a Linguagem

 12 - Região de Saúde Carbonífera:

Içara - Grupo Terapêutico para pacientes com dor crônica de origem musculoesquelética: Corpo em Movimento 

13 - Região de Saúde  Extremo Sul Catarinense:

Araranguá - Projeto Agita Cidade Alta

14 - Região de Saúde  Grande Florianópolis:

Garopaba - EmagreSer

 15 - Região de Saúde  Nordeste:

Jaraguá do Sul - Grupo Proseando: uma prática de promoção de saúde

16 - Região de Saúde Planalto Norte:

Itaiópolis - A Interdisciplinaridade do cuidado através das Práticas Integrativas e Complementares: União das Equipes ESF, NASF e Telessaúde

 

Maior participação em teleconsultoria no Telessaúde SC (por equipes):

 

1.      Equipe ESF Geral do município de Presidente Castelo Branco

2.      Equipe I do município de Vargem Bonita

3.      Equipe PSF do município de São Miguel da Boa Vista

4.      Equipe PSF São José do município de Monte Carlo

5.      Equipe ESF Moema do município de Itaiópolis

6.      Equipe de PSF do município de Arroio Trinta

7.      Equipe Trinta Reis do município de Nova Trento

8.      Equipe Programa de Saúde da Família 1 do município de Armazém

9.      Equipe Paquetá do município de Brusque.

Veja as fotos do evento aqui: