icone facebookTwitterInstagram

Notícias 2014

Florianópolis, 18 de dezembro de 2014

Nove dos 12 Bancos de Leite Humano (BLH) de Santa Catarina receberam na última terça-feira, 16, da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano/Fio Cruz/Ministério da Saúde, o certificado de credenciamento na categoria Ouro. Outros dois foram certificados na categoria Prata e Bronze. A solenidade ocorreu na Maternidade Darcy Vargas, em Joinville, Centro de Referência Estadual em Bancos de Leite Humano no território catarinense.

Florianópolis, 17 de dezembro de 2014.

A Secretaria de Estado da Saúde informa, a seguir, a situação das emergências dos hospitais Florianópolis, Regional de São José e Instituto de Cardiologia, nesta quarta-feira, 17 de dezembro.

O Hospital Florianópolis estava atendendo, às 12h desta quarta-feira, quatro pacientes; não havia pessoas aguardando atendimento no saguão. Segundo informações da direção do hospital, cinco pacientes estão internados na emergência geral. A situação é de normalidade. Nas últimas 24 horas, o Hospital Florianópolis, que é referência em ortopedia, atendeu 24 pacientes na emergência ortopédica. Na emergência geral foram socorridas 66 pessoas, e no setor pediátrico foram atendidas 13 crianças nas últimas 24 horas.

O Instituto de Cardiologia, que atende, via Sistema Único de Saúde, a população com problemas cardiológicos, estava atendendo, até as 14h desta quarta-feira, 07 pacientes na Emergência. Havia uma pessoa aguardando consulta. Segundo informações da direção do Instituto, 39 pacientes estão internados na Emergência (08 no semi-intensivo; uma pessoa na reanimação; 12 no repouso; e outros 18 pacientes na medicação). Até o início da tarde, havia 79 pessoas nas unidades de internação e outras 12 na ala coronária. Nas últimas 24h, o ICSC atendeu 49 pessoas na Emergência e fez 11 novas internações. Há um total de 118 pacientes internados no hospital.

No Hospital Regional de São José havia, na emergência geral, 57 pacientes internados até o início da tarde desta quarta-feira. A emergência está lotada. O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco que é feita com cada paciente que chega. Nas últimas 24 horas, de acordo com as informações da direção do Hospital Regional de São José, houve 297 atendimentos em emergência (envolvendo emergência geral, oftalmológica e obstétrica). Na emergência pediátrica, 140 crianças foram atendidas. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 262 pacientes internados.

No Hospital Regional de São José, cerca de 80% dos casos que chegam à Emergência são ambulatoriais, ou seja, são situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

Florianópolis, 17 de dezembro de 2014

Com base na orientação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (MS), a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) está recomendando a prorrogação da campanha de vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo nos municípios catarinenses que não alcançaram o índice estipulado de 95%. De acordo com o último levantamento, a cobertura da vacina contra a Poliomielite está em 93,8% e a do Sarampo 93,1%, ambas abaixo da meta.

Florianópolis,17 de dezembro de 2014 

O pedestal com a estátua de Celso Ramos, furtada em maio de 2011, da parte frontal do hospital que leva o nome do ex-governador catarinense, em Florianópolis, foi reposta no início da semana. A estátua foi doada pelo grupo Porto Bello, empresa de descendentes do ex-governador Celso Ramos, com a colaboração do Grupo de Voluntários Alfredo Daura Jorge.

Florianópolis, 16 de dezembro de 2014

A Secretaria de Estado da Saúde acaba de lançar o Relatório Anual 2014 (acesse aqui). O documento registra as ações realizadas ao longo do ano – ações continuadas e também novas práticas. A Atenção Básica, o Mutirão de Cirurgias Eletivas, o sistema de classificação de risco catarinense e os investimentos nos hospitais próprios e conveniados são alguns dos temas abordados na revista. Assim como os atendimentos feitos à população, os novos serviços implantados na rede hospitalar e os indicadores de transplantes, mortalidade infantil e longevidade dos catarinenses, entre outros assuntos de saúde pública.