icone facebookTwitterInstagram

O Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Santa Catarina realizou pela primeira vez neste domingo, 16, um transporte de paciente utilizando o Equipamento de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO), com apoio do avião da Polícia Militar. O GRAU atua há dez anos de forma integrada com o batalhão de operações aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina no Serviço Aeromédico.

WhatsApp Image 2020-02-17 at 09.54.43.jpeg

Foto: Assessoria SAMU/SC

O ECMO, como é conhecido pelos profissionais, é um equipamento extremamente delicado e complexo que mantém a vítima com suporte de oxigênio no coração e pulmão enquanto o paciente é deslocado. Foi transportado um homem de 38 anos, do Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, para o Hospital Santa Isabel de Blumenau, durante cerca de duas horas de vôo. O paciente recebeu transplante cardíaco no Vale do Itajaí.


“É uma técnica em fase inicial e que nem todos os transportes aeromédicos utilizam, exatamente por sua meticulosidade. Não é só um momento histórico no serviço Aeromédico de Santa Catarina, como também evidencia o preparo, a capacidade e a qualificação de nossas equipes nestes transportes”, ressalta o Diretor do Atendimento Pré Hospitalar Móvel de Urgência, Cel BM Giovanni Fernando Kemper, que atuou por 10 anos nos Arcanjos.


O Secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, aponta que esses transportes sinalizam uma gestão moderna, mais qualificada e eficiente ao cidadão catarinense. “O Estado mais uma vez demonstra sua qualificação técnica e capacidade de trabalho em equipe. O sucesso desse transporte é resultado da união de profissionais altamente qualificados e dedicados na busca da excelência no serviço de urgência e emergência do SAMU e de pilotos da segurança pública que possibilitaram a chegada segura da equipe e paciente ao seu destino”, finaliza.