icone facebookTwitterInstagram

 A Maternidade Carmela Dutra (MCD) comemora 64 anos de atividades na próxima quarta-feira (3) e inicia a semana com uma série de atividades como o lançamento do projeto “Nascer para todos”, focado na assistência à gestantes e familiares, principalmente imigrantes.

Referência no atendimento à mulher e ao recém-nascido, a Carmela Dutra foi inaugurada em 3 de julho de1955, sendo a primeira maternidade pública de Santa Catarina. Iniciou as internações obstétricas em 1956, com 79 leitos, e sua administração foi entregue às irmãs da Divina Providência. Hoje, é uma das unidades administradas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A programação tem início já nesta segunda-feira (01) com palestras, homenagem ao servidor Geraldo Alexandre Ramos e lançamento do “Nascer para todos”. O projeto tem como objetivo trabalhar a inclusão de gestantes em trabalho de parto, brasileiras ou estrangeiras, às boas práticas desenvolvidas pela Maternidade em todas as etapas, desde a chegada à emergência até a alta hospitalar.

“A Maternidade Carmela Dutra tem recebido cada vez mais pacientes de outras nacionalidades e muitas da quais a língua e a cultura são muito diferentes da nossa. O projeto tem como objetivo ajudá-las no entendimento do que irão vivenciar em termos de atendimento na nossa maternidade, desde a internação até a alta para casa”, afirma a direora da unidade, Carla Feix de Barros. “Com isso nós também aprenderemos a lidar com essas diferenças em nosso atendimento”.

A proposta é inédita entre as unidades da SES. Foi produzida uma cartilha traduzida em seis idiomas (inglês, francês, espanhol, árabe, crioulo, além do português) com orientações gerais para gestantes e acompanhantes em atendimento na MCD. Durante a semana também será realizada uma roda de conversa com mulheres de diferentes nacionalidades, com objetivo de entender como a gravidez e parto são compreendidos e vivenciados em outras culturas.

O projeto foi idelizado pela gerente de enfermagem Jaqueline Brasiliense e contou com o apoio dos servidores Lissandra Mafra, Joyce Green e Vínicius Eduardo Ferreira, além de Gabriela Martini, do Centro de Referência e Atendimento ao Imigrante (CRAI-SC)

Na semana de aniversário, também haverá uma missa no dia 4 de julho, quinta-feira, a partir das 16 horas, em comemoração ao aniversário da instituição, além de uma homenagem aos voluntários que atuam na unidade. Um workshop realizado pela médica neonatologista Joana Machry, ex-residente do Hospital Infantil Joana de Gusmão e que atualmente trabalha na rede Johns Hopkins All Children, nos EUA. “Estou onde estou por estudei numa universidade pública, fiz residência em hospital público, mantido por impostos que os brasileiros pagaram. Hoje quero retribuir, trazendo o conhecimento e experiência que ela adquiri nos EUA pra ajudar a melhorar a qualidade da nossa saúde”,destaca Machry.

70 mil já nasceram na Carmela

A Carmela Dutra é mais do que uma referência clínica para pacientes. Ela é considerada quase um símbolo de Florianópolis, sinônimo de identidade e motivo de orgulho do morador local. Não é a toa: ali já foram registrados mais de 70 mil nascimentos. Em 2018, foram realizados 2440 partos normais e 1454 cesarianas na Carmela.

Atualmente, a Carmela Dutra dispõe de 104 leitos destinados ao atendimento obstétrico, ginecológico, oncológico e neonatal com importantes serviços.

Possui ainda o Título de Hospital Amigo da Criança e a certificação de Hospital de Ensino. Em 28 de maio de 2013, a maternidade recebeu da Câmara de Deputados o Prêmio Dr. Pinotti - Hospital Amigo da Mulher. Em 2014, o banco de leite da unidade recebeu o certificado de excelência na categoria Ouro da Fiocruz.

Programação Aniversário da Carmela Dutra

01.07
14h – Entendeoi a gravidez o parto nas diferentes culturas
15h – Lançamento do projeto Nascer para Todos
15h30 – Homenagem ao funcionário Geraldo Alexandre Ramos

02.07
14h – Palestra Joana Machry – Visão Multidisciplinar para melhorar os cuidados aos pacientes vulneráveis

03.07
14h – Palestra Psicóloga Ana Paula Grillo Rodrigues – O que é ser da Carmela
16h15 – Homenagem aos 35 anos do voluntariado

04.07
16h – Missa em homenagem ao aniversário da MCD

18.07 

Seminário de Boas Práticas em Obstetrícia e Neonatologia