icone facebookTwitterInstagram

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, e a diretora de Aquisições e Licitações, Carla Giani da Rocha,  assinaram na manhã de hoje, 5, o termo de abertura do projeto que prevê a implantação dos processos licitatórios 100% digitais. A modalidade, totalmente digital e pioneira no Estado de Santa Catarina, será introduzida já a partir da próxima semana.

Foto: Paulo Goeth

O projeto tem o apoio do secretário Helton de Souza Zeferino e do superintendente de Gestão Administrativa, Vanderlei Vanderlino Vidal. Sob a coordenação da Diretoria de Aquisição de Bens e Serviços da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o projeto visa à melhoria no fluxo das aquisições, com maior celeridade e rastreabilidade, redução de custos e total transparência nos processos licitatórios desta secretaria.

  "A digitalização dos processos licitatórios na Secretaria da Saúde é uma conquista para a população, que contará com maior agilidade, transparência e celeridade, alinhadas com a política do Governo do Estado de Santa Catarina que adotou como meta aprimorar os processos vigentes com foco na tecnologia e transparência”, destaca o secretário Helton de Souza Zeferino.

Segundo a diretora da área, Carla Giani da Rocha, “a implantação do projeto vem reafirmar o compromisso com a transparência nos processos de aquisição da SES, bem como, com a aplicação de ferramentas de governança, obter maior economia, melhoria nos fluxos e conseqüentemente melhores resultados, sempre buscando satisfazer as necessidades dos nossos usuários internos e externos. Para além do governo sem papel, é excelência no atendimento aos usuários.”

O projeto foi elaborado de maneira sustentável, otimizando os recursos já existentes, não sendo necessário nenhum aporte financeiro para sua implantação. "Os primeiros passos no que tange à sensibilização e capacitação das equipes já foram dados e internamente a equipe está preparada. Alguns processos de penalidades já estão tramitando digitalmente para fins de validação das ferramentas do sistema, verificando-se a viabilidade do projeto. Em uma próxima etapa , providenciamos os primeiros pregões de medicamentos, e já na próxima semana deverá será agendada a primeira licitação no formato 100% digital", explica Carla Giani da Rocha.

Por sua vez, o superintendente de Gestão Administrativa, Vanderlei Vanderlino Vidal, apóia a iniciativa e ressalta “que as melhorias já apontadas refletem diretamente no atendimento aos usuários do SUS. Precisamos ser ágeis nos processos administrativos para garantir os recursos na atividade fim.”